• Agroplus UFV

Equipe AgroPlus UFV Realiza Primeira Missão Técnica do Projeto AgriHub-UFV no Estado do Mato Grosso

O projeto AgriHub-UFV realizou nos meses de junho e julho de 2021 uma missão técnica no Estado do Mato Grosso para poder colocar em prática o mapeamento de processos de negócios realizado junto com produtores e consultores que atuam nas cadeias de grãos e fibras do agronegócio. A viagem durou 41 dias e faz parte dos esforços do Instituto AgriHub, FAMATO e SENAR - MT para preparar os produtores para a nova agricultura 4.0. O intuito da viagem foi coletar informações a respeito das técnicas e tecnologias que estão sendo empregadas no campo e entender melhor como se dá o processo de digitalização e modernização das propriedades agrícolas, que será chave para a agricultura do futuro no Brasil. A viagem envolveu dois ex-membros da equipe AgroPlus UFV, Patrícia Souza e Marcela Freitas, e dois membros da equipe Tálisson Semler e Guilherme Oliveira. Gabriel Rodrigues, estudante de Engenharia Mecatrônica do IF Sudeste de MG e membro do projeto AgriHub-UFV também participou da viagem. O time foi dividido em duas equipes, onde Eloiza Zuconelli (Líder da Rede de Fazendas Alfa AgriHub) e Guilherme Oliveira, na Rota 1; e Tálisson Semler e Gabriel Rodrigues, na Rota 2. Durante a viagem foram 27 propriedades em 19 municípios no Estado, para que fosse possível cobrir de forma mais uniforme a realidade da agricultura do Mato Grosso. As rotas estão listadas abaixo:


Rota da equipe 1: Poconé, Tangará da Serra, Campo Novo do Parecis, Sapezal, Denise, Diamantino, Nova Mutum, Lucas do Rio Verde, Sorriso, Nova Ubiratã, Paranatinga, Cláudia e Vera;

Rota da equipe 2: Poconé, Campo Verde, Primavera do Leste, Canarana, Espigão do Leste, Querência, Água Boa, Nova Xavantina e Rondonópolis).



Para sistematizar as visitas, foi criado um questionário com base no mapeamento de processos para realizar um diagnóstico da propriedade dentro dos pontos onde o AgriHub atua. Durante a viagem foi possível identificar quais são as principais dores dos produtores mato-grossenses para a implantação de uma nova tecnologia; estabelecer contato com novos produtores e novas regiões, aumentando a rede de produtores alfa AgriHub, e; coletar dados que diagnosticam o perfil do produtor em diversas regiões do Estado. Além disso, foi validados a campo os processos mapeados junto com especialistas e foi possível também traçar novas metas para os próximos passos do projeto, que envolve o mapeamento da cadeia da pecuária de corte e adaptações do mapeamento da produção agrícola e animal para contemplar o processo de ILPF (integração lavoura-pecuária-floresta). Você pode encontrar mais informações sobre esse projeto na aba PROJETO AGRIHUB-UFV.


Posts recentes

Ver tudo